Livros

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os livros como companhia

Um blogue sobre livros, leituras, opiniões sinceras e isentas de interesses.

Os livros como companhia

Um blogue sobre livros, leituras, opiniões sinceras e isentas de interesses.

20
Jun17

Cathy Glass - Infância Perdida

m.

 Cathy Glass - Infância Perdida; 4*

Infância Perdida by Cathy Glass

 

Este livro foi lido numa noite de sofrimento, e a história em si é terrível, até porque é verdadeira.

Josie é encaminhada para uma família de acolhimento, a 5ª em quatro meses, uma menina violenta com apenas 8 anos, Cathy não desiste de Josie e ela e a sua família tudo fazem para a ajudar. Com o avanço dos relatos começamos a perceber Josie, um passado de abusos, e violência, vítima dos próprios pais está "dentro" de uma rede de pedofilia.

A Josie é diagnosticado um Síndrome de Distúrbio de Personalidade e tem de receber ajuda especializada, mas numa última carta antes de deixar a família de acolhimento, Josie reconhece em Cathy e nos filhos uma família,  a sua.

Um livro triste e violento, que nos faz pensar com muita tristeza como os próprios pais conseguem fazer isto  a pequenas crianças. Os abusadores ficam na maioria das vezes impunes e quem sofre realmente e para o resto da vida são as crianças violentadas, traumatizadas com traumas irrecuperáveis.

 

19
Jun17

Joël Dicker; A verdade sobre o caso Harry Quebert

m.

Joël Dicker - A verdade sobre o caso Harry Quebert; 4*

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert

Um livro sobre um escritor, uma amizade e um assassinato.

Marcus é um escritor, com um livro editado de grande sucesso, mas no momento do começo desta história, encontra-se com um problema, as folhas em branco, a falta de inspiração.

Harry é um escritor, professor e um amigo do tempo da Universidade de Marcus, que o convida a visitá-lo em Aurora. Nada o problema de Marcus continua.

Mas eis que no quintal de Harry são descobertas umas ossadas, e Harry é preso.

Nola uma rapariga de 15 anos, desaparecida há 30, e são as suas ossadas, as descobertas no quintal de Harry.

O agente de Marcus sugere-lhe que ele escreva um livro sobre o assunto do momento, e Marcus decide ao mesmo tempo, investigar e sempre acreditando na inocência de Harry, ilibá-lo de um assassinato macabro.

Um excelente livro, com boas dicas para quem ser escritor. Impossível não querer saber o que se passou em Aurora e ao mesmo tempo descobrimos que Nola, pode não ser assim tão inocente.

Todo o livro tem cenas ou melhor descrições dos acontecimentos pelos protagonistas e recuamos varias décadas, além da década da acção principal, mas sinceramente não me passou pela cabeça quem foi o assassino, assassinos.....

O autor e sendo o primeiro livro que leio, gostei da sua maneira de construir a história sob vários pontos de vista, os diálogos entre o Marcus/Mãe e o  Marcus/Gahalowood ("Gala", para mim), estes dois tinham diálogos super divertidos principalmente o "Gala". Um livro que queria mesmo ler, desde a sua edição, mas consegui uma versão pequenina e mais acessível.

 

" Um bom livro, Marcus, é um livro que lamentamos ter acabado de ler."

Harry Quebert to Marcus.

 

16
Jun17

Dorothy Koomson - Um novo amanhã

m.

Dorothy Koomson - Um novo amanhã; 3*

 

Um Novo Amanhã by Dorothy Koomson

Ufa, á medida que avancei na historia comecei a perceber o porque do afastamento e da vida vazia das personagens. Que horror, duas crianças com tudo para serem felizes e as melhores amigas para sempre, destruídas pela maldade de um ser vil e mesquinho.

A divisão dos capítulos fez-me muitas vezes voltar a olhar para o nome da narradora, se a Nika  ou a Rori, porque para cúmulo as personagens tinham o mesmo nome, Veronika e Veronica.
Um livro perturbador, com relatos difíceis, e duros, temas cruéis, e polémicos. Apesar da dificuldade dos temas a autora conseguir torná-los duros sem serem horríveis.

Um dos melhores livros que li desta autora.

Embora nada destrone o que para mim foi o seu melhor livro, ou o LIVRO, Bons Sonhos Meu Amor.

16
Jun17

José Saramago - O Evangelho Segundo Jesus Cristo

m.

  José Saramago - O Evangelho Segundo Jesus Cristo; 4,5*

 

O Evangelho Segundo Jesus Cristo

Livro cedido gentilmente pelo L., obrigado querido amigo, ler Saramago é sempre uma experiência, e ou gostamos, ou odiamos, não pode haver meio termo. Quanto a mim e já sendo o terceiro do autor que leio, gosto, assim de simples, consigo arrebatar-me, envolver-me totalmente na leitura, é uma experiência "como se entrasse dentro do livro".

Pode ser considerado polémico, sim, eu entendo a parte da polémica, mas temos de abrir horizontes, e ver e sentir para além das convicções, não podemos estar agarrados a ideologias sem as tentar perceber e perceber também os críticos. E ler Saramago é sempre ler as duas faces da moeda.

Sempre controverso, sempre irreverente. É sempre uma leitura de reflexão, pensamentos contraditórios, ler Saramago é toda ela uma experiência. Mente aberta e sem preconceitos.

16
Jun17

Júlia Quinn Série Bevelstoke

m.

Depois de uns policias mais ou menos sangrentos, estou numa de romances de época, ou históricos, e que autora melhor para isso, que Julia Quinn, cada livro, cada série uma descoberta e o aparecimento de personagens misturados entre séries, é sempre um bónus, rever personagens, depois de já ter lido os seus livros é como encontrar e rever um bom velho amigo.

 

A leitura desta vez recai sobre a Serie Bevelstoke, de Julia Quinn, romances históricos, com personagens com carácter, humor e muitos diálogos divertidos e que me fazem passar bons tempos., passados numa época em que existem normas e regras de sociedade que hoje consideramos um disparate, mas que em algumas culturas ainda se aplicam.

Los Diários Secretos de Miranda (1); 4*

 Los diarios secretos de Miranda (Bevelstoke, #1)

 O último a ser lido, e o primeiro da série, mas pouco importou, foi muito bom rever a Olívia, sempre com as suas observações, e conhecer finalmente a Miranda, que personagem, aquela cena da livraria para cavalheiros foi qualquer coisa, uma das melhores cenas do livro. Para Turner, Miranda sempre foi uma outra irmã, mas sem ser irritante como Olivia; para Miranda, Turner era o seu príncipe desde os 10 anos, altura em que descobriu o seu amor por ele, mas Turner só se apercebe que Miranda é uma mulher quando está em pleno desgosto e luto pela esposa, mas ainda assim esta bela mulher, só é vista por ele como amiga, ou irmã.Turner foi um personagem que simpatizei pouco com ele, bastante complexado por causa do casamento anterior, só quase no fim se apercebe do amor pela sua esposa.
Uma série bem divertida, apaixonante e cada vez estou mais fã desta autora.

 

Secretos en Londres (2) 4*

Secretos en Londres by Julia Quinn

Olívia e Harry, dois personagens cheios de carisma e muitas trocas de acontecimentos, todos passados á janela, quem espia, quem?

Adorei o "arremesso " do livro, se bem que temi pelo mesmo,  entre janelas, e que esse livro tenha um papel tão engraçado e importante na história, e desconfio de quem poderá ser o autor....

No meio da história os protagonistas começam a viver a experiência do amor, e entre sobressaltos e aventuras, das quais se destaca um rapto, mas um rapto resolvido em parte por Olivia, que é uma rapariga muito á frente do seu tempo, e não se deixa intimidar pelo raptor, e consegue forma de se libertar.
E o pedido de assamento, tão original, e só tinha sentido ter sido feito assim.
Mais uma vez deslumbrada com as histórias de época escritas por esta autora, este foi uma delicia de livro.

 

Diez cosas que me gustan de ti (3); 4*

Diez cosas que me gustan de ti (Bevelstoke, #3)

Mistério desfeito, já sei quem escreve as novelas góticas que tanto furor causaram o livro 2, Sebastian, ou Seb, como gosto de abreviar.

Annabel, uma jovem comprometida com o ex-noiva da avó!!!! Que horror, até para a sociedade da época, em que casar por interesse era normal, mas o Duque pela descrição parece-me tão nojento, mesmo no sentido nojo de pessoa, que nem a avó o quis como é possível que contemplar essa possibilidade para a neta?

 

30
Mai17

Julia Quinn; Um pedacinho do céu

m.

Julia Quinn; Um pedacinho do céu; Série Smythe- Smith Livro 1; 4*

 

Um Pedacinho de Céu by Julia Quinn

Opinião

Que saudades tinha das histórias deliciosas desta autora.

Mais uma série, desta vez com a família Smithye - Smith, mas onde nos aparecem os nossos conhecidos e adorados personagens da família Brightons.

Honoria e Marcus, dois amigos de infância, que crescem e entre acidentes e doenças, descobrem que estão apaixonados, o que todos já tinham visto menos eles. Honoria é uma das primas que tocam naquele quarteto, as músicas impossíveis , as que assassinam qualquer música e instrumento que toquem e aparentemente Honoria é uma das incumbidas do sarau deste ano, e o caricato com esta personagem é que ela tem consciência de não saberem tocar, ter mau ouvido musical, mas só se livra da tradição casando. Um livro repleto de peripécias, acidentes, incidentes e muitas gargalhadas, os momentos entre Honoria e Marcus são deliciosos e muito ternurentos.

30
Mai17

David Safier; Maldito Karma

m.

David Safier; Maldito Karma; 2,5*; 3*

Maldito Karma by David Safier

Opinião

Um livro que tinha curiosidade de ler, conta-nos a história de Kim, uma apresentadora de tv, que sofre um acidente, e por ter mau Karma , reencarna em forma de formiga. Quantas mais boas acções fizer mais sobe na escala animal. Depois de algumas peripécias no reino animal, Kim reencarna como Mary, e aí sim consegue voltar para a família, o que eu por um lado não achei muito justo, porque a Mary era casada com alguém que gostava mesmo dela, e a indecisão da KIm custou o infortúnio amoroso a três outras personagens. A parte dela como "nova" humana pareceu-me a pior porque foi muito confusa, apesar das boas acções que foi acumulando.
Um livro que me conseguir fazer soltar algumas boas gargalhadas, aquando do formigueiro, tão engraçadas as descrições. e o "Casanova".
Um livro que se lê muito bem, capítulos pequenos, passamos um bom bocado, mas que também me passou pela cabeça larga-lo a meio.
A tradução confesso que não costumo reparar muito nestes detalhes, e os erros passam-me ao lado, mas aqui acho bastante inverosímil, a senhora é alemã, o livro passa-se na Alemanha, como é que alguém se lembra de ao traduzir, colocar personagens e comparações com Portugal?

30
Mai17

Sarah Addison Allen; A magia das pequenas coisas

m.

Sarah Addison Allen; A magia das pequenas coisas; 4*

 

A Magia das Pequenas Coisas by Sarah Addison Allen

Opinião

Foi bom rever esta família, e a macieira, com aquela personalidade.
A personagem que mais gostei nesta história, foi da Bay, tem um papel importante e para adolescente está muito bem.
Gostei muito de rever a Claire e conhecer um pouco mais da Sidney.
A história em si, é feita de um cruzamento de histórias passadas e presentes, com muitas personagens que nos trazem momentos bem passados de leitura.
No final da leitura fica um gosto a quero ler mais um bocadinho, da série gostei muito mais do primeiro livro, foi mais impactante.

30
Mai17

Mo Hayder; Ritual

m.

Mo Hayder; Ritual; 3*

Ritual by Mo Hayder

Opinião

Uma história impressionante e arrepiante. A história é um bocadinho macabra, confesso, mas foi bastante interessante ver as interações entre as várias personagens, e o jogo macabro do assassino. Assuntos de drogas, rituais macabros submundo, num ambiente escuro (imagino-o eu), e algo claustrofóbico.
O Jack é um detetive cheio de carisma, e as suas deduções, com fantasmas do passado. Flea, uma personagem cheia de carisma e caracter, e que luta por descobrir e desvendar assuntos do passado, adorei esta personagem.